sábado, 27 de março de 2010

15 anos...




Filha, você nem imagina quanto tempo eu levei até conseguir escrever algo que, de alguma forma, pudesse dizer um pouco do que sinto nesse momento... Por várias vezes, sentei-me diante do teclado, mas as palavras, as idéias, não surgiam. Tentei um poema, apenas um verso, só uma frase... E nada. Até que entendi a simplicidade da tarefa: sentimentos, como o nosso, não necessitam de palavras rebuscadas, de terno e gravata, arrumadinhas sem falha numa folha de papel...
Não. As palavras, neste contexto, são menos importantes, valem as entrelinhas. E é nas entrelinhas que encontro derramado todo o meu amor por você...
Lembro-me de quando você era pequenininha... Como éramos unidos! É certo que, hoje, temos tido nossas divergências – é normal, já que você é uma adolescente que está vivendo todas as fases da adolescência ao mesmo tempo. Também já passei por isso e sei que crescer tem seu preço. Hoje já não sou o pai-herói de antigamente, sou simplesmente aquele pai chato que vive cobrando estudo e atitude... Mas como sua mãe diz, educar é falar uma vez, outra, e outra, e outra... E continuar falando, sem nunca desistir.
Sei que hoje é um dia especial, não apenas para você, mas para todos nós. Você mesmo me disse que sonhava com esse dia desde pequena... Talvez seja assim com todas as mulheres, não? Ter a sua festa de 15 anos, ser uma debutante, mostrar para todo mundo que já não se é mais uma simples criança...
Engraçado, a gente até se assusta, já que não faz tanto tempo assim, você ainda era um bebê de colo, engatinhando de um lado para o outro... Mas o tempo passa, rápido, galopante, trazendo ainda mais rápido suas conseqüências. Neste rito de passagem, nesta sua festa de 15 anos, você hoje deixa de ser a menina e passa a ser a mulher. E, com isso, novas responsabilidades irão surgir, a maturidade a caminho... Crescer é um processo doloroso, mas necessário. Mas não se preocupe: nossos braços estarão sempre abertos para você, nossas mãos sempre prontas para lhe amparar. Estaremos, eu e sua mãe, sempre do seu lado, incondicionalmente.
Que você seja muito feliz, minha filha! Que cresça sem perder a ingenuidade das crianças... Que traga sempre um sorriso no rosto, um brilho especial nos olhos, um encantamento no coração!
Amo você. Sempre.

Um comentário:

Maria disse...

Parabéns por sua filha.Ela está linda!!!Felicidades.Beijoss